segunda-feira, 26 de abril de 2010

Evidências de que Mohamed NÃO é profeta de Deus - Parte 11

O Legado e a Herança do Islam
História de Mohamed e suas esposas


Bom dia novamente.

Como vimos anteriormente, Mohamed não teve uma família feliz, mas como ele é o grande exemplo para o muçulmano, fica difícil achar famílias felizes no mundo Islâmico. Eu NUNCA encontrei uma única MULHER que disse que elas estão felizes com a poligamia. Aliás na maioria das minhas conversas, elas dizem que elas somente praticam isso, porque Allah mandou, do contrario TODAS seriam contra.

Que tipo de deus é este que não se preocupa com a dor emocional das esposas?

Porém a coisa vai ficar um pouco feia, agora. Mohamed fez algo indecente, mas como é de praxe, os muçulmanos dirão que “ele foi um bom homem”, o blá blá blá de sempre.

Mohamed causou o DIVÓRCIO do próprio filho adotivo Zaid e se casou com a NORA Zainab, a ex-mulher de Zaid.

Esta história também está mencionada no Alcorão. Você pode imaginar uma coisa destas? O Alcorão poderia ser comparado com o “programa do ratinho” da época de Mohamed. Por que Allah quis que a vida conjugal de Mohamed ficasse gravada no Alcorão? Que bom que temos estes registros hoje, não é?

Bem, vamos ler a Sura 33:38-40 (em alguns Alcorões os versos serão de 36-38)

“Não é dado ao fiel, nem à fiel, agir conforme seu arbítrio, quando Deus e Seu Mensageiro é que decidem o assunto. Sabei que quem desobedecer a Deus e ao Seu Mensageiro desviar-se á evidentemente. Recorda-te de quando disseste àquele que Deus agraciou (Zaid), e tu favoreceste: Permanece com tua esposa e teme a Deus!, ocultando em teu coração o que Deus ia revelar; temais, acaso, mais as pessoas, sabendo que Deus é mais digno de que O temas? Porém, quando Zaid resolveu dissolver o seu casamento com a necessária (formalidade), permitimos que tu (Mohamed) a desposasses, a fim de que os fiéis não tivessem inconvenientes em contrair matrimônio com as esposas de seus filhos adotivos, sempre que estes decidissem separar-se com a necessária (formalidade); e fica sabendo que o mandamento de Deus deve ser cumprido. Não será recriminado o Profeta por cumprir o que Deus lhe prescreveu, porque é a lei de Deus, com respeito aos que o precederam. Os desígnios de Deus são de ordem irrevogável”.

Que história vergonhosa!

O pano de fundo da história, está relatada nas tradições(Hadiths). Veja bem que o Alcorão menciona o nome do ZAID e até se refere a história, mas não dá os detalhes. O Alcorão por si é incompleto e incompreensível sem as Hadiths.

Nestes versos acima, Allah está DEFENDENDO Mohamed porque o profeta tinha SECRETAMENTE cobiçado a esposa do seu filho adotivo. Dentro dos padrões de Jesus, isso já é adultério, mas o deus do Mohamed não tinha este conceito. Allah e Mohamed juntos decidiam o que era e o que não era bom e honesto. Tudo dependeria se Mohamed ficaria feliz ou se beneficiaria, então Allah legalizava. Bem, neste caso eles decidiram que cobiçar a esposa do filho, estava tudo bem para Mohamed.

Então Allah começa a AMEAÇAR a quem não obedecer a ele a seu profeta, cuja ação é típica de “falsos profetas”. No verso seguinte, Allah relembra Mohamed da conversa que ele teve com ZAID seu filho, dizendo: “Permanece com tua esposa” (Zainab) mas o que não esta escrito é que Mohamed estava apaixonado por ela ,ocultando em teu coração e como Zaid não era “abestalhado” ele então queria se divoricar da Zainab para não estar na frente dos desejos do profeta. Mohamed o aconselha para manter a sua esposa.

Mas Allah, veio rapidinho resgatar o profeta. Allah estava muito preocupado com a vida sexual e amorosa do profeta e REPREENDEU Mohamed por “temer mais as pessoas” do que ao que Allah e por ter “ocultando no coração” que Allah já havia decidido dar Zainab em casamento para Mohamed.

Lembra do velho ditado que diz: “Manda quem pode, obedece quem tem juízo”. Então Zaid saiu do caminho de Mohamed quando percebeu que Mohamed gostava da sua esposa, ele “resolveu dissolver o seu casamento ...permitimos que tu (Mohamed) a desposasses”.

A explicação de Allah é ainda mais estranha: A FIM DE QUE os muçulmanos “não tivessem inconvenientes em contrair matrimônio com as esposas de seus filhos adotivos”

Então a vida de Zaid foi bagunçada e ele perdeu a esposa que ele amava somente para Allah mudar as regras do jogo? Claro que sim. Antes deste incidente, era PROIBIDO alguém casar com a NORA, mas agora Mohamed escancarou as portas das possibilidades, agora o muçulmano poderia até casar com a NORA. Por causa disso, ADOÇÃO ficou proibida no Islã. Então, graças a Mohamed, a vida de milhares de órfãos foram bagunçadas por causa da sua lascívia e falta de controle.

Vamos corroborar e fundamentar o que acabei de dizer. Estranhamente os teólogos muçulmanos gastaram um tempão tentando explicar este episódio da vida de Mohamed, entao não falta material para expor o problema.

Encontramos no livro de Ibn Sad, um grande historiador muçulmano, no seu trabalho “al-Tabaqat al-Kubra” páginas 101-102 o seguinte relato:

“Muhammad Ibn Yahya Ibn Hayyan narrou que, “O Mensageiro de Allah veio até a casa de Zaid Ibn Haritha para procurá-lo. Talvez o Mensageiro de Allah não o alcançou naquele momento, esta é a razão que ele disse, “ONDE ESTA ZAID?” Ele foi a sua casa procurando por ele, mas quando ele não o achou, ZAINAB bint Jahsh o atendeu com as vestimentas de casa, mas o Mensageiro de Allah AFASTOU-SE DELA. Ela disse, “Ele não esta aqui, Mensageiro de Allah, por favor ENTRE, meu pai e minha mãe são o seu resgate”. O Mensageiro de Allah se recusou a ENTRAR. Zainab então correu para VESTIR-SE quando ela OUVIU a voz do Mensageiro de Allah que estava a sua porta, então ela saltou apressada, e o Mensageiro de Allah GOSTOU DELA quando ela fez isso.

Ele foi embora resmungando algo que não era compreensível, além desta frase: “Louvado seja Allah que dispõe os corações”.

Quando Zaid voltou a sua casa, ela (Zainab) disse a ele que o Mensageiro de Allah tinha vindo. Zaid perguntou, “Você pediu a ele para ENTRAR, não pediu? Ela respondeu, “eu pedi, mas ele recusou”. Ele disse, “Você ouviu ele dizer alguma coisa?” Ela respondeu, “Quando ele virou-se para ir, eu ouvi ele dizer algo que eu não podia entender. Eu o ouvi dizer, “Louvado seja Allah que dispõe os corações”

Zaid SAIU para ver o Mensageiro de Allah e disse, “O Mensageiro de Allah, eu soube que você veio até a minha casa. Você ENTROU? O Mensageiro de Allah, meu pai e minha mãe são o seu resgate”. TALVEZ você GOSTOU da ZAINAB. Eu posso deixá-la. O Mensageiro de Allah disse, “Mantenha a sua esposa”. Zaid disse, “O Mensageiro de Allah, eu a vou deixar.” O Mensageiro de Allah disse, “Mantenha a sua esposa”. Então, QUANDO Zaid a deixou, depois que ela terminou o período legal, depois de ter-se isolado de Zaid.

Enquanto o Mensageiro de Allah, estava sentado e conversando com Aisha, ele foi TOMADO EM UM TRANSE, e quando ele se levantou, ele sorriu e disse, “Quem irá até a Zainab para lhe dizer que ALLAH A CASOU COMIGO do céu?” O Mensageiro de Allah recitou, “disseste àquele que Deus agraciou, e tu favoreceste: Permanece com tua esposa

Aisha disse: “Eu ouvi tanto sobre a SUA BELEZA e além disso, como ALLAH A CASOU DESDE O CÉU, e eu disse, “COM CERTEZA ELA IRÁ VANGLORIAR-SE a conosco a este respeito”. Salama, a escrava do Mensageiro de Allah, correu para contar a ELA sobre isso. Ela lhe deu algumas jóias de prata que ela estava usando.

Há necessidade de explicar o texto? Nenhuma. Somente alguns comentários e observações serão suficientes.

  1. Mohamed se sabia ou não que Zaid estava em casa, FOI VISITÁ-LO.
  2. A esposa estava sozinha em casa, e ela contrariando a cultura o convidou para ENTRAR
  3. Ela usava um vestido caseiro, transparente que mostrava todo o seu corpo.
  4. Mohamed apaixonou-se por ela imediatamente ao vê-la linda, sem muita roupa, e formosa.
  5. Allah dá um jeitinho de “dispor, persuadir, induzir, os corações” de Mohamed, Zainab e Zaid.
  6. Ao saber que Mohamed viu sua esposa Zaid já ENTENDEU TUDO. O cara não era bobo.
  7. Zaid pergunta se Mohamed tinha gostado da esposa dele e se oferece a sair do caminho
  8. Mohamed com vergonha do episódio no inicio disse para Zaid manter a sua esposa
  9. Mas Allah o repreende e diz que ele precisa temer a Allah e não a Zaid ou ao povo.
  10. Zaid tem juízo e deixa a esposa que fica livre para Mohamed
  11. Allah não respeitando a moral e os bons costumes, OS CASA em uma cerimônia CELESTIAL.
  12. Os pombinhos Mohamed e Zainab vivem felizes para sempre,
  13. Zaid, o pobre coitado fica chupando os dedos, morrendo de desgosto.

Olhem a poca vergonha que aprendemos da história de Mohamed prejudicando o próprio filho porque ele não conseguiu se conter, ou controlar os seus impulsos amorosos e sexuais.

Em um outro livro chamado “O Espírito do Islã”, o autor Syed Ameer Ali diz o seguinte sobre o incidente:

“Ele teve a oportunidade de visitar a casa de Zaid, e ao ver a face sem véu de Zainab, ele exclamou, como qualquer muçulmano diria hoje ao admirar um belo quadro ou uma estátua, Louvado seja Allah, o soberano dos corações! As palavras, proferida em admiração natural, foram muitas vezes repetida por Zainab ao seu marido para mostrar que até mesmo o Profeta elogiou sua beleza e, naturalmente isso adicionou ao seu DESGOSTO.”

Zaid ficou desgostoso ao saber que a sua esposa iria agora pertencer a outro homem. Ele não tinha escolha. Uma recusa poderia custar-lhe a vida. Mohamed sendo um falso profeta e aproveitando-se da sua credencial de autoridade, preferiu legislar para o proveito próprio.

Veja em Mateus 5:27-28 e 31-32 a advertência de Jesus a qualquer um que cobiçasse ou desejasse ou roubasse a mulher do próximo:

“Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. Eu, porém, vos digo: qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela.

“Também foi dito: Aquele que repudiar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio. Eu, porém, vos digo: qualquer que repudiar sua mulher, exceto em caso de relações sexuais ilícitas, a expõe a tornar-se adúltera; e aquele que casar com a repudiada comete adultério.

O grande exemplo dos muçulmanos fez tudo o que Jesus condenou. Que belo exemplo, não é?

Brigas e rivalidades entre as esposas

Mohamed tinha uma preferência especial pela jovenzinha Aisha. Ela deveria ter uns 15 aninhos naquela época e as esposas mais velhas do profeta, ficaram CIUMENTAS por causa da preferência ESCANCARADA que ele tinha por Aisha. Vamos ver o que estava acontecendo? A história novamente foi relatada por Bukhari, Volume 3, 47, 755

“Narrado por Urwa que ouviu da Aisha:
As esposas do Apóstolo de Allah, estavam em DOIS GRUPOS. Um grupo consisitia da Aisha, Hafsa, Safiyya e Sawda; e o outro grupo consistia da Um Salama e as outras esposas do Apóstolo de Allah. Os muçulmanos sabiam que o Apóstolo de Allah AMAVA MAIS a Aisha, então, se qualquer um deles tinha um presente que desejava dar ao Apóstolo de Allah, eles atrasariam a entrega, até que o Apóstolo de Allah estivesse na casa da Aisha e então ele enviaria o presente para o Apóstolo de Allah na casa dela.

O grupo da Um Salama discutiram o assunto juntas e decidiram que Um Salama deveria pedir ao Apóstolo de Allah dizer ao povo que enviem os presentes a ele em qualquer lugar que ele estivesse e qualquer uma das casas das esposas. Um Salama disse ao Apóstolo de Allah o que elas disseram e ele NÃO RESPONDEU. Então elas (aquelas esposas) perguntaram a Um Salama sobre isso. Ela disse, “Ele não me respondeu NADA”. Elas pediram para ela falar com ele novamente. Ela conversou com ele novamente quando ela o encontrou no dia dela, mas ele NÃO DEU RESPOSTA. Quando elas perguntaram a ela, ela respondeu que ele não tinha respondido. Elas disseram a ela, “Fale com ele ATÉ QUE ele lhe de uma resposta.” Quando chegou a sua vez, ela conversou com ele novamente. Ele entao disse a ela: “NÃO ME MACHUQUEM com respeito a Aisha, as inspirações divinas não vem a mim em nenhuma outra cama, EXCETO na cama da Aisha”.

Ao ouvir isso Um Salama disse, “Eu me ARREPENDO diante de Allah por te machucar”. Então o grupo da Um Salama chamou FÁTIMA a filha do Apóstolo de Allah e a enviou ao Apostolo de Allah para dizer a ele, “As suas esposas REQUEREM você as TRATE com as MESMAS IGUALDADE DE CONDIÇÕES da filha de Abu Bakr (Aisha).

Então Fátima entregou a mensagem para ele. O Profeta disse, “O minha filha! Você não ama a quem eu amo?” Ela respondeu afirmativamente e retornou para relata-las a situação. Elas lhe pediram para ir a ele novamente mas ela se recusou. Então elas enviaram ZAINAB bint Jahsh que foi até ele e usou duras palavras dizendo: “As suas esposas requerem que você as trate com as mesmas igualdades de condições como a filha de Ibn Abu Quhafa”.

Nisto, ela ergueu a sua voz e ABUSOU TANTO de Aisha na face dela, que o Apóstolo de Allah, olhou para Aisha para ver se ela IRIA RETALIAR. Aisha começou a responder a ZAINAB até que ela a silenciou. O Profeta então olhou para Aisha e disse, “Ela é realmente a filha de Abu Bakr.”

A história em si, já é escandalosa. Você pode imaginar esta história em um “jornal barato”? Pois é, que baixaria. Imagine que esta fosse a história da família real Inglesa; venderia muito jornal não é? Porém, o maior profeta do Islã, o grande exemplo de vida dos muçulmanos estava sendo CONFRONTADO por suas esposas porque ele não conseguia ser JUSTO com todas elas igualmente.

Será que isso significa que o muçulmano está LIBERADO para ser INJUSTO com suas esposas, apesar de Allah ter dito que eles deveriam casar-se com mais de uma na condição de ser JUSTO com todas? Não seria isso mais uma das centenas de contradições do Alcorão?

Mohamed já não tinha mais como inventar desculpas, o seu repertório estava se esgotando, a saída foi culpar Allah o deus dele. Ele justificou a sua NEGLIGÊNCIA com as outras esposas e a PREFERÊNCIA por Aisha com base em que Allah SOMENTE ENVIAVA a REVELAÇÃO quando ele estava fazendo sexo com a sua bonequinha Aisha. Ou seja, a culpa é obviamente de Allah que só revela o Alcorão quando ele está na cama com a Aisha. Brincadeira, não é?

Mas será que isso funcionou? Talvez funcionou por pressão, mas notem que mesmo depois que ele justificou que “as inspirações divinas não vem a mim em nenhuma outra cama, EXCETO na cama da Aisha” as outras esposas não se deram por convencidas.

Elas sabiam que algo era bem suspeitoso nesta “desculpa” de receber revelações somente na cama da Aisha, tanto que elas continuaram demandando que ele as TRATE JUSTAMENTE. Porém Aisha nos oferece uma compreensão do que estava realmente acontecendo em uma outra Hadith de Bukhari Vol 6,60,331: “Narrado por Aisha: .... “EU SINTO que o seu SENHOR SE APRESSA EM CUMPRIR os SEUS DESEJOS E VONTADES”

O que observamos acima testifica que Aisha estava certa, o deus de Mohamed, só queria satisfazer os seus desejos e vontades, mesmo quando estes eram contrários ao que ele mesmo revelou a Mohamed.

Continuem firmes na obra. Com estas informações acima, muita gente que estaria sendo enganada pelo Islã será liberta em nome de Jesus.

Fiquem na Paz

Rafik

Um comentário:

  1. Cade os muçulmanos para defender Maomé????????????????

    ResponderExcluir

Façam os seus comentários, mas cuidado com a língua!