domingo, 8 de abril de 2012

Deus nos livre de um Brasil Islamico



Um estado islâmico no Brasil: Parte 2
ainda que seja um estado dentro do Estado

O Rei Salomão nos disse que “Melhor é a correção manifesta do que uma amizade fingida. As feridas do amigo são provas de lealdade, mas os beijos do que odeia são abundantes.”  Provérbios 27:5-7

Que contraste! A sociedade brasileira dos nossos dias parece preferir o oposto: Melhor é fingir ser amigo assim ninguém diz a verdade sobre a imoralidade, ninguém briga por causa de opiniões, de religião, futebol, política etc. Melhor viver em paz do que corrigir o mal e o erro. Melhor é receber caricias de quem te odeia, do que ser ferido por aquele que ama. Mas o Rafik prefere seguir o comando da Bíblia.

É nesta hora que o Rafik precisa decidir se se junta a multidão dos INIMIGOS FINGIDOS que bajulam o Islam ou aos AMIGOS VERDADEIROS que ferem e corrigem para prevenir um erro maior.

Eu sei que muitos ficam ofendidos e dizem que eu torço os fatos etc. O “bla bla bla” de sempre. Primeiramente eu não procuro “converter” os muçulmanos mas sim oferecer uma chance para todos receberem a informação correta, sem mascaras e sem as maquiagens e retoques que os muçulmanos colocam no Islam para o fazer mais aceitável no Brasil. 

De fato, o meu blog ja ajudou dezenas de pessoas (na grande maioria mulheres) que estavam a beira de se envolver com o Islam (a grande maioria começou com namoros e casamentos) e as minhas informações foram cruciais para elas voltarem atrás nesta decisão. Infelizmente eu não posso anunciar os nomes destas pessoas a menos que elas mesmas decidam faze-lo. Se eu tivesse ajudado somente uma pessoa ja teria valido a pena.

Meu blog “Rafik Responde ao Islam” é um “compromisso com a verdade”, que se transforma em uma missão de vida. Eu tenho uma vida alem de escrever artigos, por isso nas horas vagas quando estou de folga do meu trabalho normal eu exponho a vida como ela realmente é em um pais muçulmano. Acredita na informação quem quiser. Eu provo o que eu falo.

Mas Jesus foi muito mais longe, ele disse que crer na verdade e ouvir a voz dele eram sinônimos e que somente aqueles que realmente procuram pela verdade a acharão. Meu trabalho é somente ser uma seta indicativa, nada mais.  

Mas alguém me perguntou:
“Rafik, qual é a diferença? Alguns aceitam o Islam e outros aceitam o Cristianismo e outros o Budismo etc? Todo mundo esta adorando a Deus!” 

A pessoa que fez esta pergunta primeiramente não tem a menor idéia de quem Jesus realmente diz ser (Deus na forma humana) e qual o propósito da vida (Glorificar este Deus que desceu dos Céus por amor a todos nos). Ou Jesus é realmente quem ele afirmou ser, ou ele era um doido e/ou um grande mentiroso. 

Outros dizem que não acreditam em Jesus por causa dos escândalos e erros das Igrejas cristãs no Brasil e por causa do comportamento nojento e das brigas entre estes “pastores de si mesmos”.

Eles se esquecem ou nunca leram que a própria Bíblia ja profetizou a respeito destes:
Esses fazem escândalos nos vossos ágapes. Banqueteiam-se convosco despudoradamente e se saciam a si mesmos. São nuvens sem água, que os ventos levam! Árvores de fim de outono, sem fruto, duas vezes mortas, desarraigadas!”  (Judas 1:12)

A verdade NUNCA deixa de ser VERDADE quando ela é abusada por alguns. A mentira não se torna verdade quando alguém a usa para o beneficio de alguém. Isso também se aplica a qualquer religião. A religião seja ela qual for, não deixa de ser VERDADE por causa do comportamento dos seus aderentes. 

Para se descobrir se algum ensino ou religião é a VERDADE precisamos olhar acima de tudo para os ensinos do seu fundador.

Não faz sentido olhar para a vida dos “seguidores” daquela determinada religião, a menos que o fundador “claramente” comandou a eles fazerem ou não fazerem tais atos. Por exemplo: Jesus comandou amar aos inimigos e Mohammed comandou a odiar os inimigos.

Somente depois, precisamos pensar nos RESULTADOS de tais ensinos. Existe algum padrão de comportamento nos seus seguidores que refletem o ensino? Como geralmente os cristãos e os muçulmanos agem?

Vamos dar uma olhada primeiramente nos ENSINOS DE JESUS, depois vamos observar os ensinos de Mohamed.

Minha reflexão tem o objetivo de explorar os efeitos do ensino de Jesus em qualquer dada população, na formação dos seus valores e éticas.

Jesus ensinou que a adoração somente se torna adoração verdadeira quando nosso relacionamento com o próximo esta refletindo a graça e o perdão de Deus.

“Portanto, se estás fazendo a tua oferta diante do altar, e te lembrar aí que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali a tua oferta diante do altar, e vai te reconciliar primeiro com teu irmão, e depois virás fazer a tua oferta.” (Mateus 5: 23-24).

Claramente se vê que Jesus tinha um altíssimo conceito de adoração. Se Jesus disse que devemos amar aos nossos inimigos, então esta claro que se alguém tem algum ódio no coração por algum ‘muçulmano’ ou ‘ateu’ ou ‘macumbeiro’ele deve arrepender-se primeiro deste ato e somente depois adorar a Deus. Jesus condenou a atitude do coração que REJEITA a pessoa e nutre sentimentos de vingança, enquanto mantem a APARÊNCIA, a expressão de uma pessoa educada, de boa família.

O mundo foi transformado pelos ensinos de Jesus. Para mostrar o poder dos ensinos e valores que Jesus ensinou, um dos ateus mais influentes do século passado chamado Bertrand Russell escreveu: “É muito duvidoso que os métodos de Mahatma Gandhi teriam sucedido, exceto pelo fato de que ele estava lidando com a consciência de um povo cristianizado. Gandhi não teria a menor chance de negociação se estivesse lidando com muçulmanos.

Vocês verão que o deus do Islam ensina o contrario. Aguardem.

Jesus vai ainda mais longe. Jesus não quer apenas que busquemos mudanças exteriores.  Na verdade é muito fácil colocar uma mascara de pessoas bem educadas, polidas, corteses etc. Esta é a famosa PERSONA que Jung se referiu. A mascara social que o individuo coloca diante da sociedade para os impressionar e esconder a verdadeira natureza da pessoa.

Jesus deu um BASTA nesta atitude hipócrita. Ele comandou os seus seguidores a atacarem a RAIZ do problema: a atitude do coração.

“Porque é do coração que provêm os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as impurezas, os furtos, os falsos testemunhos, as calúnias. Eis o que contamina o homem. Comer, porém, sem ter lavado as mãos, isso não contamina o homem.”  (Mateus 15:19-20)

Jesus ensinou que não adianta querer adorar a Deus, mas termos o coração cheio de raiva e rancor por determinada pessoa a quem tratamos com toda a cortesia.

Jesus disse que o homem não precisaria de LEI (ou Sharia no caso do Islam) se ele conseguisse cumprir SOMENTE DOIS MANDAMENTOS.

“Respondeu-lhe Jesus: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.” ( Mateus 22:37-40)

Bem este é um resumo muito pequeno do ensino de Jesus sobre perdão, amor, reconciliação e adoração.

Mas agora vamos dar uma olhadinha nos ensinos de Mohamed e no Alcorão.

Como seria um Brasil governado pela Sharia?

Ja temos muitos exemplos de radicalização no Brasil mas as autoridades estão ainda dormindo. Veja o que este site diz:

é proibido mesclar conceitos e regras islâmicos com conceitos e regras não islâmicas”... “A Lei de Allah (swt) rege todo o Universo, e deve também reger a sociedade humana, o governo do kufr é uma situação anormal que deve ser retificada: Allah (swt) estabeleceu a Jihad para retificar as condições de  usurpação de Seu Poder e Soberania.” 

Onde esta retórica de dominação, ódio e de supremacia? no site www.islamismo.org .

O Rafik ja denunciou varias elementos como o Gleitson de Lima Rodrigues, também conhecido como Ibrahim Mabrouk Salahuddin que me ameaçou de morte varias vezes por criticar a ideologia Islâmica. Também Antonio Andrade Junior que defende a pena de morte para adúlteros no Brasil no artigo “Pena de morte para adultério salva vidas”.

Também ja denunciei o site Islâm no Maranhão que exibe uma Bandeira da “Resistência Islâmica” do Brasil, que AINDA esta no ar. O mais interessante é o Gleitson é muito conhecido naquele blog. Também ja denunciei o Rafael Estrelo de Patos MG que faz apologia ao terrorismo, chamando os terroristas de “heróis” (AQUI).

Quais os efeitos dos ensinos de Mohammed na sociedade?
Vamos ver o que as escrituras do Islam nos revelam?

Lembrem-se que o COMPORTAMENTO sera sempre afetado pelas idéias e pelas crenças.

Desde que o muçulmano e o cristão verdadeiro não tem outro relacionamento mais importante do que com DEUS, isso significa que Deus terá prioridade acima da nossa própria família. O Cristianismo e o Islam concordam neste ponto. No entanto Jesus NUNCA ENSINOU que devemos ODIAR OS NOSSOS PAIS. 

Allah comanda Mohamed dizer que o muçulmano deve amar TRÊS COISAS NA VIDA mais do que qualquer outra: 1) Allah, 2) Mohamed e 3) Jihad (luta pela causa):

Dize-lhes: Se vossos pais, vossos filhos, vossos irmãos, vossas esposas, vossa tribo, os bens que tenhais adquirido, o comércio, cuja estagnação temeis, e as casas nas quais residis, são-vos mais queridos do que Deus e Seu Mensageiro, bem como a luta por Sua causa, aguardai, até que Deus venha cumprir os Seus desígnios. Sabei que Ele não ilumina os depravados.

Mohamed e o Alcorão ensinam que os muçulmanos não podem ser AMIGOS de PAIS descrentes, consequentemente eles  não dever ser obedecidos:
Voce duvida? Leia a Sura 29:23

Ó fiéis, não tomeis por confidentes vossos pais e irmãos, se preferirem a incredulidade à fé; aqueles, dentre vós, que os tomarem por confidentes, serão iníquos.”

Veja o impacto destas palavras na cabeça de um novo convertido ao Islam. Allah comandou aos Muçulmanos não se ASSOCIAREM mesmo com os seus pais e parentes de sangue se eles rejeitarem a religião ISLÂMICA. Allah chama de INÍQUOS aqueles que tem são CONFIDENTES ou AMIGOS dos seus pais que pertencem a outra religião.

Voce pode imaginar o quanto o Islam causa divisão em uma família? Note que o Islam comanda ao MUÇULMANO REJEITAR a sua família, enquanto que a Bíblia diz que o Cristão NUNCA pode tomar a iniciativa de rejeitar a família descrente.

A Bíblia também reconhece que diferente crenças irão sem duvida causar conflitos, mas Jesus comandou aos crentes nunca rejeitarem os seus parentes. A rejeição deveria partir primeiramente daqueles que REJEITAM os seguidores de Jesus. 

No entanto Mohamed inverteu a ordem de Jesus para amar e respeitar os pais mesmo se eles forem incrédulos. Os muçulmanos são comandados por Allah a tomarem a iniciativa de quebrar o relacionamento com a família que não aceita o Islam. Isso é especialmente verdade no caso de casamento; A mulher que se converte ao Islam tem a obrigação de se divorciar do marido não muçulmano. Que tipo de religião é esta que ordena a quebra de relacionamentos?

O Alcorão diz quem são os ÚNICOS amigos, aliados e confidentes que o muçulmano pode são: Allah, Mohamed e outro muçulmano:

Sura 5:53 “Vossos reais confidentes são: Deus, Seu Mensageiro e os fiéis que observam a oração e pagam o zakat, genuflectindo-se ante Deus.” (tradução de Samir El Hayek)

Sura 5:55 “Vossos aliados são, apenas Allah e seu mensageiro e os que crêem: aqueles que cumprem a oração e concedem az-zakah, enquanto se curvam diante de Allah” (tradução de Helmi Nasr)

Este verso abaixo nos releva outro lado surpreendente do Islam, se o muçulmano tentar ser amigo daqueles que sao INIMIGOS de ALLAH “ainda que sejam seus pais ou seus filhos, seus irmãos ou parentes” eles serão considerados inimigos de Allah também. 

Sura 58:22 “Não encontrarás povo algum que creia em Deus e no Dia do Juízo final, que tenha relações com aqueles que contrariam Deus e o Seu Mensageiro, ainda que sejam seus pais ou seus filhos, seus irmãos ou parentes. Para aqueles, Deus lhes firmou a fé nos corações e os confortou com o Seu Espírito, e os introduzirá em jardins, abaixo dos quais correm os rios, onde morarão eternamente. Deus se comprazerá com eles e eles se comprazerão n’Ele. Estes formam o partido de Deus. Acaso, não é certo que os que formam o partido de Deus serão os bem aventurados?”

O Sr Helmi Nasr comentando esta ayat (verso), afirma no rodapé da pagina 919: “Ou seja, não é possível, nem concebível, a quem quer que seja, que um crente seja amigo do inimigo de Deus”.

A Sura 60:13 explica o porque:
Sura 60:13 “Ó fiéis, não tenhais vínculos com o povo que Deus abominou, por ter-se tornado cético quanto à outra vida, como os incrédulos se tornaram céticos quanto aos donos das sepulturas.

O Sr Helmi Nasr traduziu desta forma: “Oh vos que credes! Não vos alieis a um povo contra quem allah se irou...” Se Allah considerou os incrédulos uma abominação e os abandonou, então o muçulmano precisa ODIAR aquilo que Allah ODEIA.

Vocês ja devem perceber onde isso nos vai levar, não é?

Sura 5:49 “Ó fiéis, não tomeis por confidentes os judeus nem os cristãos; que sejam confidentes entre si. Porém, quem dentre vós os tomar por confidentes, certamente será um deles; e Deus não encaminha os iníquos.”

Na tradução de Helmi Nasr este verso é o 51, UMA BOA IDÉIA? Ou uma ma idéia?
Como é esta historia? Os muçulmanos não podem se aliar, ou serem amigos, dos judeus e dos cristãos? E se eles se aliarem Allah os considerara UM DOS INIMIGOS? Vocês conseguem entender agora o que esta acontecendo no mundo não é?

O islam promove a inimizade e o conflito entre as pessoas. Como os doutores do Islam entendem este verso? Vejamos a opinião da Tafsir al-Jalalayn (clic aqui para ler em inglês). O muçulmano sera considerado um INJUSTO e um DESCRENTE se ele querer ser amigo do Cristão ou do Judeu.

Um conceito do outro mundo
O muçulmano não consegue entender o conceito de “amar o inimigo”. Amar os inimigos de Allah é um ato de traição contra Allah, pois Allah não ama aos seus inimigos. Allah ODIEA os seus inimigos. Se tornar amigos dos infiéis é um ato de desobediência para o muçulmano. Como Allah e os muçulmanos lidam com os seus inimigos?

Ó vós que credes (muçulmanos), não tomeis por amigos Meus inimigos e vossos inimigos, outorgando-lhes vosso afeto, quando eles negam a verdade que vos foi revelada e expulsaram o Profeta e vos expulsaram pelo único motivo de crerdes em Deus, vosso Senhor. Se viestes para lutar por Minha causa e agradar-Me, como podeis manter com eles uma amizade secreta? Conheço o que ocultais e o que proclamais. Quem assim proceder desvia-se da senda da retidão (Al-Mumtahanah Sura 60:1).  

Esta claro que o Alcorão promove a inimizade entre visinhos, família e a sociedade.  

Quão diferente do ensino de Jesus em Mateus 5:43-48: Amai vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos maltratam e perseguem.”

Porque Jesus disse isso? Porque o seu ensino estava fundamentado em um Deus de amor. Um Deus que ama os seus inimigos e um Deus que enviou o seu FILHO para morrer por nos por causa do amor.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.  (João 3:16)

Mas Deus prova seu próprio amor para conosco, pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores.” (Romanos 5.8)

A Bíblia não deixa duvidas de que quando obedecemos a Jesus, iremos conquistar através do amor e não através da violência. Jesus deixou claro que “todos aqueles que usarem da espada, pela espada morrerão.”(Mateus 26:52). Ou seja, a violência fará muitas vitimas e entre as vitimas estão aqueles que usaram de violência.

Este é o momento ideal para refletir nas palavras proféticas de Jesus que se vivermos pela espada, também morreremos pela espada. Violência gera violência, esta é a conseqüência dos ensinos de Mohamed. Mas nosso Deus e Pai também nos adverte que a vingança pertence a Ele. Somente a Deus pertence o direito de se vingar. Por causa destes ensinos nos Cristãos, que amamos a Deus, esperamos o dia em que a sua Justiça e Vingança sera manifesta. Os muçulmanos não tem esta esperança por isso eles precisam virar o mundo de ponta cabeça, como eles muito bem sabem fazer.

A ênfase de Jesus no perdão, tolerância e amor, foi totalmente descartada pelo Ridson que achou o ensino de Mohamed muito mais alinhado com as suas idéias políticas e sociais.

A mensagem de Mohamed e de Jesus são completamente opostas. Os seus ensinos produzirão frutos, terão conseqüências: O Alcorão revela que Mohamed foi comandado a lutar e a matar os seus próprios compatriota para estabelecer a religião Islâmica.

 Sura 9:29 “Combatei aqueles que não crêem em Deus e no Dia do Juízo Final, nem abstêm do que Deus e Seu Mensageiro proibiram, e nem professam a verdadeira religião daqueles que receberam o Livro, até que, submissos, paguem o Jizya.”

Os adeptos do Islam poderão lançar mão deste ensino do Alcorão e a qualquer momento querer estabelecer “Um estado islâmico no Brasil ... ainda que seja um estado dentro do Estado

Como seria um Brasil com uma grande quantidade de muçulmanos?
O que acontece com uma sociedade quando se REJEITA e SE RETIRA o ensino de Jesus de se perdoar e amar os inimigos, como o Ridson fez, ao abraçar o Islam?

Foi a motivação de retribuir e se vingar da sociedade que o levou ao Islam. Não foi a beleza dos ensinos sobre Allah, mas sim o DIREITO de se vingar que Mohamed o assegurou.

Como funcionaria um mundo sem o perdão e amor pelos inimigos? A resposta é simples, olhe para quase todos os paises muçulmanos e voce terá a resposta. Os lugares mais violentos do mundo são os paises muçulmanos.

Se o Islam continuar crescendo no Brasil, sem este princípio de “amar o seu inimigo” logo o ódio pelo inimigo terá que ser expresso de alguma forma. Veremos em breve uma radicalização sem precedentes dos jovens muçulmanos, tomados do fervor religioso sem sabedoria e nem restrições, em breve os atentados no Brasil se multiplicarão e em breve estaremos uma guerra civil. Acredite ou não, esta dedução não passa de “bom senso”. Somente o tempo mostrara quem tem razão.

O Ridson tipifica o sentimento do muçulmano brasileiro:
As igrejas evangélicas ... não tinham apelo para jovens negros em busca de identidade e sem vocação para rebanho. “... me incomodava aquela história de Cristo perdoar tudo. Eu já tinha apanhado de polícia pra cacete ... Então, o dia em que tiver uma necessidade de conflito, vou ter de virar o outro lado da cara?”, diz Ridson Mariano da Paixão, de 25 anos. “Eu não estava nesse espírito passivo. Pelo Malcolm X, descobri que, no islã, temos o direito de nos defender. Deus repudia a violência e não permite o ataque, mas dá direito de defesa. Foi esse ponto fundamental que me pegou também quando eu vi pela TV o 11 de setembro e achei que o mundo ia acabar.”

O que o Ridson esta dizendo que o ensino de Jesus não funciona no gueto. A moral que ele adotou é aquela que o Osama bin Laden também adotou.

Toda a nossa sociedade brasileira esta fundada nos valores e na moral que Jesus ensinou e este homem tem a petulância de querer jogar tudo no lixo porque esta moral que Jesus ensinou não fomenta a sua fome e sede por sangue.

Como isso funcionaria na pratica? Certo dia eu perguntei para um amigo muçulmano do Iraque. Se o Islam é melhor do que o Cristianismo, então porque Mohamed não coloca um fim na guerra no Iraque?

Eu perguntei a ele: O que terminaria com a guerra: “Ame o seu inimigo” ou “Mate o seu inimigo? Ele foi muito sincero em reconhecer que o comando de Jesus se fosse obedecido por ambos os lados, colocaria um fim na guerra muito rapidamente.

Não foi isso o que aconteceu na África do Sul? Na Ruanda? No Quênia? Os conflitos vão existir, mas POR CAUSA dos ensinos de Jesus, estes paises experimentaram uma recuperação e restauração muito mais rápida do que qualquer outro pais muçulmano. 

Compare com os paises onde o Islam domina: “Na Síria, Libia, Tunísia ... No Iraque, Afeganistão, Somália, Chechênia, Palestina, Sudão” etc.

Rafik

34 comentários:

  1. Vejamos o que Jesus disse:

    - Não pensem que eu vim trazer paz ao mundo. Não vim trazer a paz, mas a espada. Eu vim para pôr os filhos contra os pais, as filhas contra as mães e as noras contra as sogras. E assim os piores inimigos de uma pessoa serão os seus próprios parentes.
    - Quem ama o seu pai ou a sua mãe mais do que ama a mim não merece ser meu seguidor. Quem ama o seu filho ou a sua filha mais do que ama a mim não merece ser meu seguidor. Não serve para ser meu seguidor quem não estiver pronto para morrer como eu vou morrer e me acompanhar. Quem procura os seus próprios interesses nunca terá a vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo, porque é meu seguidor, terá a vida verdadeira...

    Mateus, 10:34

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da tanta penina destes caras, mas é por isso que sao muçulmanos:

      Jesus sabia que haveria muçulmanos no mundo ... entao Jesus profetizou que todos os seus seguidores seriam perseguidos por pessoas que foram comandadas a odiar seus pais, maes e filhos.

      Jesus simplesmente disse que haveriam pessoas que os odiariam por causa DELE, mas ele nunca comandou a odiar ninguem.

      E por isso que eu te amo meu garoto e sinto muito que voce ira para o inferno com todo este odio no coração.

      Proxima pergunta?

      Excluir
    2. ANIRDU .... me ofereça uma outra interpretação para os versos do Alcorão acima ...

      Excluir
  2. O que a bíblia cristã ensina a fazer no caso de sofrer bullyng:

    "Dali subiu para Betel. En­quan­to caminhava, saíram da cidade al­guns rapazitos, que se puseram a zombar dele, dizendo: «Sobe, careca! Sobe, careca! 24Eliseu virou-se para trás, viu-os e amaldiçoou-os em nome do Senhor. Imediatamente saíram da floresta dois ursos e despeda­ça­ram quarenta e dois daqueles rapa­zes. 25Dali, partiu para o monte Car­melo, donde voltou para a Samaria"
    História de Eliseu (2,13-13,25)

    Se alguém me chamar de gordo, posso me basear nessa história e sair despedaçando as pessoas então?

    Onde se encaixa o "amar aos vossos inimigos"??? A p´ropria bíblia ensina o contrário...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Novamente veja onde ele foi buscar recurso!
      Ta tao desesperado o pobrezinho ...

      Mas eu vou dar corda pra ele ...

      Verdade! Anildo ... O exemplo do profeta Eliseu ... como eu fui esquecer ?
      Por isso os Cristãos hoje matam todos que nos insultam de CARECA, nao é?

      Meu querido voce precisa aprender a separar um FATO DESCRITIVO de um COMANDO ...

      Mas parece é muita coisa para sua cabecinha ... so precisamos ter paciencia com voce.

      Proxima ....

      Excluir
  3. Ola Rafik porque vc parou de entrar em contato? eu lhe mandei um e-mail masi vc não respondeu, de uma olhada nele e responda.

    NASCIMENTO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nascimento,
      Espero que voce nao esteja tao obstinado como o nosso amigo acima.
      Voce é novo no Islam e ainda tem tempo para voce retroceder.
      Vou te escrever em breve
      Me da um tempinho para terminar algumas tarefas que tenho para realizar.
      Abracos
      Rafik

      Excluir
  4. Você acusou algumas pessoas nesse texto, de o terem ameaçado de morte, contudo, não apresentou nenhuma prova. Qualquer idiota paspalhão pode lhe enviar ameaças ou fotos se dizendo ser esse ou aquele seu leitor. Daqui a pouco alguém poderia ameaçá-lo se dizendo ser o Anildo, aí vc iria me caluniar também. Quanto ao texto “Pena de morte para adultério salva vidas”. A pessoa apenas postou o texto escrito por outrem e fez alguns comentários. Não vi ele defender a pena de morte como você diz. Só sua mente obstinada vê isso. Realmente, procure um psiquiatra... rsrsrs

    Cara, como vc viaja!!! Vc vai acabar se afogando nas suas loucuras e delírios... Quanta bobagem...

    Enquanto isso, o Islam cresce com a graça de Allah... Allah Akbar... e provavelmente não é pelos motivos que vc apresenta... mas sim por ser uma religião verdadeira... uma religião concreta, não como um cristianismo inventado... com sua trindade inventada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja a velha tatica do muçulmano!
      Agora sou eu quem "ACUSA AS PESSOAS" ?
      A velha historia da vitima se tornar o vilao de novo?
      http://rafik-rafikresponde.blogspot.com/2010/02/esclarecendo-as-acusacoes-contra-biblia_25.html
      http://rafik-rafikresponde.blogspot.com/2010/05/novas-ameacas-de-morte.html
      http://rafik-rafikresponde.blogspot.com/2010/02/mais-ameacas-de-morte.html

      Verdade ... (vou dar corda de novo)
      O Islam cresce entao isso prova que o Islam é a verdade ...?

      Mas voce se esquece que ja faz DOIS MIL ANOS que nos estamos na frente da corrida?
      Voce se esquece que o ISLAM QUASE ACABOU nas era que precederam a caida do imperio turco?
      Somente recentemente houve um ACORDAR do Islam meu caro ...
      As pesquisas dizem que a cada 100 convertidos ao Islam, 70 abandonam nos proximos 3 anos.

      O Alcorão diz que foi Allah quem inventou o Cristianismo ...
      Foi ele quem ENGANOU a todo mundo fazendo o povo pensar que JESUS tinha morrido quando ele supostamente o levou para o ceu. ...
      E ai vai explicar o seu ALlah fez?

      Abraços
      Rafik

      Excluir
    2. O Rafik, assim como várias pessoas que mostram as verdades sobre o islã já foram ameaçadas de morte. Eu também já fui.

      Não precisa de provas, basta ver o que acontece com pessoas que mostram as verdades, que Maomé foi um pseudo-profeta-porco-pedófilo que não sabia nem ler!

      Basta ver aquele caso de Theo Van Gogh, Pim Fortuyn, os cristãos nos países islâmicos, aquele caso ridículo no Sudão em que uma nação inteira se revoltou por causa de um ursinho chamado Maomé, os atentados terroristas, Geert Wilders e muito mais! Tudo isso e muito mais.

      Enquanto isso, o Islam cresce com a graça de Allah... Allah Akbar... e provavelmente não é pelos motivos que vc apresenta... mas sim por ser uma religião verdadeira... uma religião concreta, não como um cristianismo inventado... com sua trindade inventada...

      Veja o quão verdadeiro é o islã e seu pseudo-profeta-porco-pedófilo Maomé (que o inferno esteja sobre ele):

      "Ó fiéis, combatei os vossos vizinhos incrédulos para que sintam severidade em vós; e sabei que Deus está com os tementes." Sura 9:122-123

      E quando vos enfrentardes com os incrédulos, corte-les as cabeças e espalhe o sangue deles (...) matai-os onde quer que os encontreis." Sura 47:2-4

      "Logo INFUNDIREI O TERROR nos corações dos incrédulos; DECAPITAI-OS E DECEPAI-LHES OS DEDOS!" Sura 8:12

      "Ó Profeta, combate com denodo os incrédulos e os hipócritas, e sê inflexível para com eles, pois a morada deles será o inferno." Sura 66:9

      "Matai os idólatras, onde quer que os acheis; capturai-os, acossai-os e espreitai-os." Sura 9:4

      "Não assenta para qualquer profeta ter prisioneiros até que ele tenha feito UMA GRANDE CHACINA sobre a terra". Sura 8:67

      "Allah fez os judeus partir de seus lares por aterroriza-los de modo que matou alguns e muitos feito cativos. E ele o fez herdar suas terras, seus lares, e sua riqueza. Deu-lhe um país que você não tinha atravessado antes". Sura 33:26

      "O castigo desses que empreendem guerra contra Allah e Seu mensageiro é que eles devem ser assassinados ou crucificados ou as suas mãos e pés devem ser cortados." Sura 5:33

      "Os judeus dizem: 'Ezra é filho de Deus'; os cristãos dizem: 'Jesus é o filho de Deus'. Tais são as palavras de suas bocas; repetem, com isso, as de seus antepassados incrédulos. Que Deus os combata! Ele foi Quem enviou Seu Mensageiro com a Orientação e a verdadeira religião, para fazê-la prevalecer sobre todas as outras." Sura 9:29-33

      Já até imagino as desculpas:

      "O alcorão não prega isso."
      "As traduções estão erradas."
      "Você precisa estudar o islã primeiro, para entender."
      "Isso são coisas do tempo de Maomé."
      "Você é um judeu / sionista pago para difamar o islã."
      "Essas coisas são do sionistas, que distorcem."
      "O islã prega a paz."
      "blá blá blá"

      ... e etc... tem muitas desculpas também, mas essas são as mais dadas.

      Links recomendados, que desmascaram mais ainda o islã, os mulçumanos e as suas artimanhas: "A ilusão de se reformar o islam" e "Como debater e frustrar os infiéis"

      Excluir
  5. Em qual passagem do Alcorao está escrito especificamente que Allah inventou o cristianismo???

    Rafik, suas afirmações não passam de conjecturas...

    O cristianismo existe por causa dessa característica de algumas pessoas em querer transformar todo mundo em santo ou em deuses. Mesmo hoje em dia, isso acontece: O falecido Papa João Paulo II já andou realizando milagres e está virando santo... Imagine então Jesus...

    Não, Allah não inventou o cristianismo, mas a ignorância humana sim...

    Aliás, o cristianismo, como originalmente pregado, era uma religião eremita: "vende tudo o que possuis..." (Marcos, 10:21); "não penses no amanhã" (Mateus, 6:34). O Islam, como originalmente pregado, dá liberdade ao homem, e trata de desenvolver as suas faculdades de todas as espécies. É universal, e reivindica datar desde Adão; o pai Abraão é mencionado como o grande ancestral daqueles entre os quais o Islam foi primeiramente pregado (judeus, cristão e árabes idólatras).

    Pior que Deus criou Adão e Eva, colocou-os no Éden, deu a eles as condições para eles pecarem. Deixou o diabo à solta para tentá-los. Eles pecaram. Depois disso eles foram expulsos do paraíso devido a esse pecado, então todo mundo (que não pediu para nascer) nasce pagando o pato pelo pecado de Adão e Eva. A ira de Deus tornou todo mundo pecador. Então esse Deus envia seu filho Jesus, que na verdade é Ele mesmo, o número 2 da trindade, já que Deus é três pessoas em um, ou seja, Cristo é pai de si mesmo e filho de si mesmo, Cristo é Deus e Deus é Cristo e Espírito Santo ao mesmo tempo. Enfim, Jesus Cristo deixou-se morrer na cruz para salvar toda a humanidade da ira de Deus que é ele mesmo, ou seja, Deus foi crucificado para obter o perdão dos pecados dos homens perante Deus mesmo, o mesmo Deus que forneceu as condições para o pecado de Adão e Eva... Que palhaçada que é o cristianismo, mas felizmente o Islam põe ordem nessa balbúrdia... A trindade cristã e seus santos e mais santos padroeiros de tudo quanto é coisa não é muito diferente do hinduísmo com Brhama, Shiva, Vishu e um sem número de deusses menores para tudo quanto é coisa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cristianismo existe por causa dessa característica de algumas pessoas em querer transformar todo mundo em santo ou em deuses. Mesmo hoje em dia, isso acontece: O falecido Papa João Paulo II já andou realizando milagres e está virando santo... Imagine então Jesus...

      Começou errado: o cristianismo existe porque Deus existe e quer o bem a sua criação. O coração do homem é mal e sem Deus, não há como saber o que é certo ou errado.

      Aliás, o cristianismo, como originalmente pregado, era uma religião eremita: "vende tudo o que possuis..." (Marcos, 10:21); "não penses no amanhã" (Mateus, 6:34).

      Você sabe como é o modo de vida eremita, que é bem diferente do modo de ser cristão? Você sabe que essas passagens se refere que quem quer ser um verdadeiro cristão tem em muitos casos que vender tudo que possui e em até alguns casos abandonar a família. Um exemplo disso são famílias mulçumanas, em que filhos convertidos, são ameaçados, perseguidos e espancados, devido a "religião da paz" e acabam tendo que abandonar a família.

      Deus sempre alertou contra outros deuses e um cristão saber perfeitamente que milagres acontece só com a autorização de Deus.

      Não, Allah não inventou o cristianismo, mas a ignorância humana sim...

      O Allah do islã, assim como o seu profeta-pedófilo Maomé, ERA ignorante.

      O Islam, como originalmente pregado, dá liberdade ao homem, e trata de desenvolver as suas faculdades de todas as espécies.

      Sim, tanto que a maioria das pessoas ganhadoras do prêmio Nobel, inventos são de nações ocidentais cristãos e há muitos judeus também. Não mulçumanos. Não digo que não há inventores ou ganhadores Nobéis mulçumanos, mas comparados com as nações Ocidentais e os judeus, são poucos. :)

      Só se for faculdade de se matar, se explodir, matar os infiéis, o que ocorre TODOS os dias em países islâmicos.

      É universal, e reivindica datar desde Adão; o pai Abraão é mencionado como o grande ancestral daqueles entre os quais o Islam foi primeiramente pregado (judeus, cristão e árabes idólatras).

      Pior que Deus criou Adão e Eva, colocou-os no Éden, deu a eles as condições para eles pecarem. Deixou o diabo à solta para tentá-los. Eles pecaram. Depois disso eles foram expulsos do paraíso devido a esse pecado, então todo mundo (que não pediu para nascer) nasce pagando o pato pelo pecado de Adão e Eva. A ira de Deus tornou todo mundo pecador.


      Primeiro você começa usando Adão a seu favor, mas depois você mesmo usa Adão para desmerecer Deus. Esses são os mulçumanos, os raros que discutem e não ameaçam de morte como você, parecem sofrer de mitomania.

      O que aconteceu no Jardim de Éden é um exemplo perfeito de livre-arbítrio. Deus sabia do que ia acontecer e permitiu, ao invés de intervir, para mostrar como o homem tende a desobedecer a Deus e que Deus dá a oportunidade as pessoas, ao invés de deixá-las como robozinhos, no entanto, as consequências de desobedecer estão lá.

      As pessoas que nasceram depois naquela época continuaram também se rebelando contra Deus e a terra estava muito corrupta. Por quê você acha que veio o dilúvio?

      Ah, por falar em Adão, de acordo com seu profeta Maomé, ele tinha de 27 a 30 metros.

      Excluir
    2. Então esse Deus envia seu filho Jesus, que na verdade é Ele mesmo, o número 2 da trindade, já que Deus é três pessoas em um, ou seja, Cristo é pai de si mesmo e filho de si mesmo, Cristo é Deus e Deus é Cristo e Espírito Santo ao mesmo tempo. Enfim, Jesus Cristo deixou-se morrer na cruz para salvar toda a humanidade da ira de Deus que é ele mesmo, ou seja, Deus foi crucificado para obter o perdão dos pecados dos homens perante Deus mesmo, o mesmo Deus que forneceu as condições para o pecado de Adão e Eva...

      Além de ter a cara de pau de usar Adão a favor do islã e depois desmerecê-lo, você esquece das características de Deus, a onipotente, atemporal, todo-poderoso. Jesus é Deus encarnado e se sacrificou por nós.

      Que palhaçada que é o cristianismo, mas felizmente o Islam põe ordem nessa balbúrdia... A trindade cristã e seus santos e mais santos padroeiros de tudo quanto é coisa não é muito diferente do hinduísmo com Brhama, Shiva, Vishu e um sem número de deusses menores para tudo quanto é coisa...

      É, até mostrei um pouco da ordem que o islã põe:

      "Ó fiéis, combatei os vossos vizinhos incrédulos para que sintam severidade em vós; e sabei que Deus está com os tementes." Sura 9:122-123

      E quando vos enfrentardes com os incrédulos, corte-les as cabeças e espalhe o sangue deles (...) matai-os onde quer que os encontreis." Sura 47:2-4

      "Logo INFUNDIREI O TERROR nos corações dos incrédulos; DECAPITAI-OS E DECEPAI-LHES OS DEDOS!" Sura 8:12

      "Ó Profeta, combate com denodo os incrédulos e os hipócritas, e sê inflexível para com eles, pois a morada deles será o inferno." Sura 66:9

      ... e muito mais.

      Ah, de acordo com seu profeta, que foi um pedófilo, nós, não mulçumanos temos 7 intestinos, enquanto os mulçumanos tem um. Eba, nós somos mais favorecidos.

      De acordo com Maomé, beber xixi de camelo é bom. (essa não, cruz credo!!)

      Você sabia que o correto era 50 orações por dia, mas o Allah as diminui? Que Allah é esse?

      Veja mais exemplos da sabedoria do profeta-porco-pedófilo Maomé (que o inferno esteja sobre ele). As desculpas prováveis de você dar, já foram faladas.

      A trindade cristã e seus santos e mais santos padroeiros de tudo quanto é coisa não é muito diferente do hinduísmo com Brhama, Shiva, Vishu e um sem número de deusses menores para tudo quanto é coisa...

      Os santos católicos não são deuses e nem chegam perto de Jesus.

      Por falar nisso, nos países de maioria cristã e islâmica há mulçumanos, que constroem suas mesquitas. Cadê as igrejas nos países islâmicos, que quase nem existem? E quando existem são explodidas por vocês e cristãos são violentamente mortos? Que Allah é esse?

      As coisas chegam ao ponto do idiota do Obama, ser a favor da construção de uma mesquita (marco zero) a poucos metros do atentado de 11 de setembro, mas por sorte a população não deixou e espero que continue assim.

      Creio que os mulçumanos podem sim, construir uma mesquita no marco zero, mas como dizia mais ou menos um cartaz, quando pudermos construir uma sinagoga e uma igreja em Meca!

      Excluir
  6. O islam cresce porque as pessoas sensatas veem que o Islam é a verdade... E se fosse verdade que de cada 100 convertidos, 70 abandonam o Islam, hoje não seriam 1,5 bilhão de muçulmanos no mundo... E se há quem deixe o Islam em prol do cristianimso, é devido à permissividade dessa religião cristã, onde reina a falta de vergonha na cara...

    Outra coisa, o rafik gosta de acusar o Islam e a Allah de enganador, de mentiroso, extaindo versos fora de contexto na tentativa de comprovar suas afirmações. Mas vejamos o que nos diz a bíblia, o que nos diz o Deus cristão:

    2 Crônicas 18:18-22
    Disse mais: Ouvi, pois, a palavra do SENHOR: Vi ao SENHOR assentado no seu trono, e todo o exército celestial em pé à sua mão direita, e à sua esquerda.
    E disse o SENHOR: Quem persuadirá a Acabe rei de Israel, para que suba, e caia em Ramote de Gileade? Um dizia desta maneira, e outro de outra.
    Então saiu um espírito e se apresentou diante do SENHOR, e disse: Eu o persuadirei. E o SENHOR lhe disse: Com quê?
    E ele disse: Eu sairei, e serei um espírito de mentira na boca de todos os seus profetas. E disse o SENHOR: Tu o persuadirás, e ainda prevalecerás; sai, e faze-o assim.
    Agora, pois, eis que o SENHOR pôs um espírito de mentira na boca destes teus profetas; e o SENHOR falou o mal a teu respeito.

    O mesmo em I Reis 22

    Mas o rafik, claro, explicará isso, e dirá que só o alcorão não tem explicação... e bla bla bla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O islam cresce porque as pessoas sensatas veem que o Islam é a verdade... E se fosse verdade que de cada 100 convertidos, 70 abandonam o Islam, hoje não seriam 1,5 bilhão de muçulmanos no mundo...

      Só que não é: vemos os atos dos mulçumanos diariamente, vemos mulheres sendo humilhadas, mulheres mortas por não usarem a porcaria da burqa, pessoas de outras religiões mortas o tempo todo nos países islâmicos e muito mais.

      Como diz a bíblia: "pelos seus frutos os conhecereis".

      E se há quem deixe o Islam em prol do cristianimso, é devido à permissividade dessa religião cristã, onde reina a falta de vergonha na cara...

      “cristianismo”??? Aprenda a escrever primeiro...
      Brincadeira, Anildo.

      Falando em permissividade, vá lá nos países islâmicos ver o que acontece com cristãos, que são constantemente mortos. Cadê a liberdade?

      Excluir
    2. AF, ficar rebatendo tudo o que você escreveu é perda de tempo, pois tais assuntos já foram discutidos antes. Além disso, aos leitores interessados em descobrir a verdade, para por si mesmos fazer uma breve pesquisa na internet, por isso, não há muita necessidade de ficar aqui refutando isso ou aquilo.

      Mas, devo ao menos comentar uma ou outra coisa que você afirmou.

      1 - Você reconhece um dos maiores milagres do Islam, ao afirmar que Mohammad era ignorante e nem sabia ler;

      2 - Você deveria se informar mais para saber que em apenas um ou outro país muçulmano as mulheres usam a burca, mais por questões culturais do que por imposição do Islam, senão todo o mundo muçulmano teria suas mulheres usando burca, pois sabemos (e você sabe também) que não é assim. Na maioria dos países muçulmanos, as mulheres usam o hijab e nalguns outros o niqab, mas se você não sabe a diferença entre eles, peça ajuda ao Rafik;

      4 - Sua postura como "cristão", com seus xingamentos em relação ao Profeta Mohammad (SAAS), assemmelha-se em muito à postura dos judeus com relação a Jesus quando este lhes falava.

      3 - Não se permite a construção de igrejas e sinagogas em Meca pelo mesmo motivo que não se permite a construção de sinagogas e mesquitas no Estado do Vaticano.

      Excluir
  7. Quanto à Sura 5:49, nada mais justo que Allah queira assim. Os judeus, bom, para começar tentaram matar Jesus. E antes disso, alteraram sem a menor vergonha na cara alguns versículos do Gênesis, "cancelando" a primogenitura de Ismael e transformando Isaac em "filho único" a fim de valorizar o judaísmo.

    [E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi. Gênesis 22:2]

    [Então disse: Não estendas a tua mão sobre o moço, e não lhe faças nada; porquanto agora sei que temes a Deus, e não me negaste o teu filho, o teu único filho. Gênesis 22:12]

    E hoje, alguns "estudiosos" vêm dizer que o "filho único" com relação a Isaac é porque Ismael e Agar tinham ido embora. Contudo, no sepultamento de Abraaõ, tiveram a cara de pau de escrever que ele foi sepultado por Isaac e Ismael, seus filhos. {E Isaque e Ismael, seus filhos, sepultaram-no na cova de Macpela, no campo de Efrom, filho de Zoar, heteu, que estava em frente de Manre, Gênesis 25:9]. Ou seja, num momento tornaram Ismael inexistente, e Isaac passou a ser filho único, depois, Ismael voltou a ser filho de Abrão. Afff... e isso indo contra as próprias "leis divinas" sobre o direito à primogenituras, basta ver Deuteronômio 21:14-17:

    "E será que, se te não contentares dela, a deixarás ir à sua vontade; mas de modo algum a venderás por dinheiro, nem a tratarás como escrava, pois a tens humilhado.

    Quando um homem tiver duas mulheres, uma a quem ama e outra a quem despreza, e a amada e a desprezada lhe derem filhos, e o filho primogênito for da desprezada,

    Será que, no dia em que fizer herdar a seus filhos o que tiver, não poderá dar a primogenitura ao filho da amada, preferindo-o ao filho da desprezada, que é o primogênito.

    Mas ao filho da desprezada reconhecerá por primogênito, dando-lhe dobrada porção de tudo quanto tiver; porquanto aquele é o princípio da sua força, o direito da primogenitura é dele."

    E quanto aos cristãos, da mesma laia dos judeus. Transformaram Jesus em Deus, e não apenas ele, mas o Espírito Santo também, e criaram essa doutrina estapafúrdia chamada de santíssima trindade.

    Enfim, nem judeus, nem cristãos tinham uma religião verdadeira. Agradeçamos a Allah por não ter enviado mais um dilúvio, pois, em vez disso, decidiu revelar uma nova religião, dando-nos uma nova chance de perseguir a senda reta. E se judeus e cristãos quiserem a salvação, revertam-se ao islam. Mas tudo tem seu tempo. Há estudos que afirmam que dentro de não mais que duas décadas os muçulmanos serão 4 bilhões Insha'Allah!

    E quanto aos comentários do AF acima. Peço que leia sobre as carnificinas descritas no Velho Testamento antes de citar trechos descontextualizados do Nobre Alcorão. Eu mesmo citei algumas no meu comentário anterior.

    Ademais, dos seus comentários, eu gostaria de rebater apenas um. Você, AF, citou:
    "'... Ele foi Quem enviou Seu Mensageiro com a Orientação e a verdadeira religião, para fazê-la prevalecer sobre todas as outras.' Sura 9:29-33".

    Pois bem, AF, o que você queria??? Que Allah enviasse um mensageiro e uma nova religião para que ela ficasse abaixo de todas as outras????

    Não sejamos hipócritas (eu não sou, mas quanto a você, isso já não sei). Allah não enviou o mensageiro e a nova religião senão para que prevalecesse sobre as outras, do contrário não haveria necessidade alguma de os enviar. "Religiões" e seitas que ficam por baixo são as criadas pelos próprios homens. Não é o caso do Islam, 4 bilhões de muçulmanos em breve, viu ô Rafik!!!! Isso não é ficar por baixo, mas sim prevalecer sobre as outras.

    Allahu Akbaru

    ResponderExcluir
  8. Eu nao vou aprovar os comentários com palavrões

    ResponderExcluir
  9. Como seria diferente se os muçulmanos,atendessem ao que ensina o Senhor Jesus em Mateus 11:29Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de MIM que sou MANSO e HUMILDE de CORAÇÃO,e encontrareis DESCANSO para as vossas almas,com certeza os paises muçulmanos,não seriam um barril de pólvora sempre prestes a explodir,nem tam pouco,eles queriam ganhar o mundo pela violencia e sim pelo amor e mansidão.Oremos por eles para que cheguem ao conhecimento da verdade,João 8:36

    ResponderExcluir
  10. Anildo, arrependa-se e creia no evangelho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafik libere meus comentarios!!!!
      Vocês pensam que estão no caminho certo e serão surpreendidos no dia da ressurreição por que suas obras foram invalidadas e de nada lhes valerá. Os devotos cristãos e judeus depois da vinda do Profeta Muhamad SAAS, pensam estar encaminhados, mas na verdade eles são os perdedores, pois renegam o último dos mensageiros de Allah e Seu livro revelado e também renegam muitas coisas que foram enviadas a eles mesmos, e suas crenças foram distorcida e modificadas da forma como vocês queiram.
      “Quanto aos incrédulos, as suas ações são como uma miragem no deserto; o sedento crerá ser água e, quando se aproximar dela, não encontrará coisa alguma. Porém, verá ante ele Allah, que lhe pedirá contas, porque Allah é Expedito no cômputo.” (24:39)
      Desejam em vão extinguir a Luz de Deus com as suas bocas; porém, Deus nada permitirá, e aperfeiçoará a Sua Luz, ainda que isso desgoste os incrédulos!

      Excluir
    2. Abraão, a qual dos evangelhos você se refere?

      Entre os canônicos e os apócrifos há dezenas e dezenas deles...

      Mas, eu creio no Evangelho...

      João 14:16 “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará um outro Consolador, para que fique convosco para sempre.”

      João 16:7 "Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei."

      RAFIK,e asseclas, abstenham de tentar explicar esses versículos, pois para mim e para todos os muçulmanos, eles são claros.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    4. Querido Anildo e Nascimento
      Realmente está claro que o contexto se refere a alguém ESPIRITUAL e não a um ser humano.

      Mas vamos usar a lógica de voces. Vamos ver no que da. Baseado no CONTEXTO e nos versos abaixo, me explique algumas coisinhas...

      "É o Espírito da Verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece, mas vós o conhecereis, porque permanecerá convosco e estará em vós. (Joao 14:17)

      Se voce quer usar este texto para dizer que o Paracleto (O Espirito Santo) é Mohamed, então voce tera que ADMITIR e EXPLICAR tambem a razão que:

      Por que o mundo não pode receber a Mohamed?
      Por que eles não conhecem a Mohamed?
      Por que somente os discípulos de Jesus conhecem a Mohamed?
      COMO é possível que Mohamed estará PARA SEMPRE DENTRO dos discípulos de Jesus.
      Como isso é possível?

      Voce ve a contradição? Veja mais um verso abaixo:

      “Mas o Paráclito, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, ensinar-vos-á todas as coisas e vos recordará tudo o que vos tenho dito.” João 14:26

      Se voce quer usar este texto, entao voce tambem tera que admitir que Mohamed seria enviado por Allah em NOME DE JESUS.

      O texto também diz que Mohamed iria NOS LEMBRAR de TUDO o que Jesus ensinou.

      Mas isso não é tudo! Todos concordamos que SOMENTE ALLAH pode enviar um profeta verdadeiro. Este verso diz que Allah enviou Mohamed porem EM NOME DE JESUS e não em nome de Allah. Complicado não é?

      Voce tambem tera que admitir que FOI O PRÓPRIO JESUS QUEM ENVIOU MOHAMED de acordo com o texto abaixo:

      “Quando vier o Paráclito, que vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim.” João 15:26

      Jesus foi claro, ele disse que “Quando vier o Paráclito, que vos enviarei ...” entao foi ELE mesmo que enviou Mohamed!

      Desde que SOMENTE DEUS pode enviar um profeta, e o texto diz que Jesus enviou o Paracleto (suposto Mohamed) então isso cria um problema para o Islam. Jesus o Deus verdadeiro, enviou Mohamed um profeta verdadeiro. Voce concorda com isso?

      Então a sua tentativa de dizer que o Paracleto era Mohamed, na verdade prova que Jesus é Deus e que Jesus enviou Mohamed para ensinar.

      Voce ve que a sua lógica causa mais problema do que solução para o Islam?
      Geralmente o obvio é obvio meu caro.
      O texto não da nenhuma indicação que o Paracleto é um ser humano e sim o ESPÍRITO DE DEUS que foi enviado pelo próprio Deus Pai e pelo Deus Filho.

      Foi por esta razão que Jesus nos mandou batizar em NOME DO PAI, NOME DO FILHO e em NOME DO ESPÍRITO SANTO.

      O Deus verdadeiro é um Deus completo em si mesmo.

      Abraços do Rafik

      Excluir
  11. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  12. Francisco, poligamia, pedofilia, violência, dissimulação (tyqqia), opressão, racismo, escravidão, essas são características reinantes na sociedade ocidental, e mais ainda, na brasileira. Basta ler os jornais, assistir aos telejornais, ver o Datena, o Brasil Urgente, ver as novelas e o que elas ensinam...

    Há menos casos de poligamia no mundo muçulmano do que há de adultério no mundo ocidental. Não pense que é assim fácil para um homem manter até 4 mulheres de acordo com as normas islâmicas. Há muitas regras a serem seguidas, e a maioria dos muçulmanos nos países onde se permite a poligamia, preferem eles ficar com uma mulher apenas...

    Se alguém quiser ter mais de uma mulher apenas por lascívia, o melhor é viver no ocidente e se tornar cristão... a quantidade de casos extraconjugais é gritante...

    Quanto à violência, pedofilia, racismo... Isso é Brasil... Escravidão? Na América isso só cessou por imposição da Inglaterra que precisava de mercado consumidor para seus produtos provenientes de sua nascente indústria, e a escravatura era um entrave... o cristianismo não teve nenhum papel na libertação dos escravos... tudo eram negócios... e de repente, lebertaram-se todos os escravos, sem lhes dar a mínima condição de usufruírem com dignidade dessa liberdade...

    Enquanto isso, no mundo muçulmano, a escravidão foi sendo abolida pouco a pouco, na medida em que os ex-escravos iam sendo integrados na sociedade....

    Francisco, há muito menos racismo no mundo muçulmano do que no ocidental... Estude um pouco de História e deixe de ler a Bíblia por um tempo...

    ResponderExcluir
  13. Anildo, quem precisar estudar um pouco mais de História (embora eu também precise) é você. Há muito tempo que o Mundo Ocidental deixou de ser cristão. O fato de a maioria ser NOMINALMENTE cristã, não quer dizer que é cristã de verdade. Desde a Revolução Francesa, ou mesmo muito antes (desde o Renascimento) os países do Ocidente vêm deixando paulatinamente os valores do Evangelho que antes orientava as leis das nações ocidentais. Basta ver o que acontece na maioria dos países hoje: legalização do aborto, aprovação de casamento homossexual, divórcio indiscriminado, eutanásia, etc, etc.

    Cara, quanto à pedofilia, isso é um fato no mundo muçulmano. Isso é perfeitamente aceitável no Islã, até porque Maomé se relacionou com Aisha quando ela tinha apenas 9 anos. Quando ocorre casos de pedofilia na Igreja Católica Romana, as próprias autoridades católicas e o Papa condenam (obs: não sou católico), ao contrário dos clérigos muçulmanos que a defendem. Sem falar que os xiitas (que se consideram os verdadeiros muçulmanos) aprovam a tal prática do “Casamento Temporário” (= prostituição legalizada).

    Quanto a essa moralidade toda dos países não é o que afirma muitos ex-mulçumanos e o que a gente vê nos noticiários, lá existem muitos casos extraconjugais sim, além da poligamia, só que nas sociedades muçulmanas, as coisas são muito mascaradas, valorizam mais o exterior do que o interior. Além de que nesses países não existe liberdade de imprensa e muita coisa não é revelada. Basta de dizer que, segundo a Google, os países muçulmanos são os que mais consomem pornografia no mundo. Sem falar na opressão, corrupção, manipulação, uso da religião para atingir objetivos políticos. etc

    Ah, uma pergunta, porque ninguém nunca vê um sheik ou clérigo muçulmano proeminente se atirando como homens bombas em ataques suicidas? Só se vc aqueles muçulmanos mais simples que acredita em tudo que eles pregam.

    Cara, não entendo como brasileiros, com todo acesso à informação que temos hoje, caem nessa de acreditar nessas lendas árabe-islâmicas. Acredito que só podem ser pessoas revoltadas com a vida, em busca de uma ideologia qualquer para abraçar.

    ResponderExcluir
  14. Também Anildo, no Islã não existe lógica e ele se auto-destrói, porque veja bem se, de acordo com vcs, a Primeira Revelação (a Torah) foi corrompida pelos judeus, e a Segunda (o Evangelho) também, pelos cristãos, nada me garante que a suposta terceira revelação (o Alcorão) também não tenho sida corrompida pelos muçulmanos. Veja como o argumento é fraco, além de ser um afronta ao Deus Todo-Poderoso, ao admitir que o Deus que revelou não é capaz de preservar Sua Revelação. Tal argumento, se fosse verdadeiro, só poderia reforçar uma outra forma de filosofia, não o Islamismo, - o Ateísmo.

    E essa adulteração foi exatamente o que aconteceu com o Alcorão, uma vez que as versões dele que existem hoje são baseadas na versão produzida pelo Califa Omar, que mandou destruir todas as que existiam antes, afim de uniformizar o Islã que até então já era dividido. Ou seja, o Alcorão que conhecemos hoje, não é o mesmo recitado por Maomé.

    Sem falar que Maomé teve a cara-de-pau de recontar histórias da Bíblia de forma diferente do que está escrito, fatos que aconteceram 500, 1000, ou mesmo mais de 2000 anos antes dele nascer, histórias que ele só sabia por causa do seu contato com judeus e cristãos.

    Já o Cristianismo jamais fez esse tipo de acusação leviana aos judeus, tanto é que a Bíblia Hebraica (O Velho Testamento) faz parte da Bíblia Cristã, juntamente com o Novo Testamento. A única que coisa que dizemos é que eles (os judeus) erraram quanto à INTERPRETAÇÃO, só isso. Quanto a preservação intacta do texto sagrado eles fizeram com muita competência (não por eles mesmos, mas pelo poder de Deus).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ERRATA: No comentário acima, 2º parágrafo, onde lê-se Califa Omar, leia-se Othman, o terceiro califa.

      Excluir
  15. Pois é Francisco, os cristãos apenas chamam o Tanakh de "velho testamento"...

    ResponderExcluir
  16. Francisco, ainda bem que ao menos você (não o Rafik) reconhece que o número de adeptos do Cristianismo possui falsas estatísticas...

    Você disse: "Há muito tempo que o Mundo Ocidental deixou de ser cristão. O fato de a maioria ser NOMINALMENTE cristã, não quer dizer que é cristã de verdade."

    Ou seja, nas palavras do Rafik, noutra postagem, são 2,1 bilhão de cristãos, mas ele se esqueceu de dizer que na maioria são de falsos cristãos, hipócritas, já que são apenas NOMINALMENTE cristãos e não cristãos de verdade....

    Enquanto que o Francisco reconhece a falsidade dos números atuais de adeptos do cristianismo, o AF do outro comentário reconhece que Mohammad era ignorante e não sabia ler, ou seja, foi um milagre no Islam.

    Eita, Rafik, você está bem de leitores não é!!!!

    ResponderExcluir
  17. Anildo o Rafik não está errado, pois esse nº de 1,5 bilhão de muçulmanos também inclui os muslins nominais. As estatísticas não se detêm ao detalhe de saber se os membros de determinadas religião são ou não devotos,a menos que sejam direcionadas especificamente para esse quesito, o que não ocorre as que procuram quantificar o nº global de cristãos ou muçulmanos. Veja só o Saddan Russein, ditador que governou o Iraque, país islamico, alguns afimam que ele não era devoto, ostentava apenas uma aparência islâmica, mas no fundo era agnóstico.

    Além de que nas sociedades islâmicas, como já disse, há muita hipocrisia, e as pessoas são obrigadas direta ou indiretamente a ser muçulmanas, ou seja, são muçulmanos por "livre e espontânea pressão"

    Sem falar que esse nº de 1,5 bilhão engloba todas as seitas islâmicas (xiitas, sunitas, alauítas, etc).

    Quando o Vaticano divulgou que o nº de muçulmanos havia ultrapassado o n° de católicos (romanos)no mundo, os muçulmanos fizeram a maior festa, a maior estratégia de marketing, dizendo que havia superado os cristãos. No entanto a Igreja Romana tem apenas 60% dos cristãos. Portanto, como disse o Rafik, há dois mil anos estamos a frente de vcs.

    ResponderExcluir
  18. RESPOSTA FINAL AO RAFIK

    "A verdade se destaca do erro.” (Alcorão 2:256).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido Amigo,
      Voce ta brincando comigo? Voce espera que eu vou publicar todo aquele texto que voce plagiou de varios sites e nem teve a dignidade de citar a fonte?
      Meu amigo, eu nao me importo de publicar uma materia sua, caso voce seja capaz de escrever algo.
      Mas copiar na integra uma materia e me enviar é pura covardia.
      Siga as minhas diretrizes

      Me envie no formato WORD
      Nao pode ter mais do que 5 paginas
      Precisa ser algo bem apresentado.

      Ate mais
      Rafik

      Excluir

Façam os seus comentários, mas cuidado com a língua!